Quaquié?!

segunda-feira, 8 de março de 2010

Doors of Chaos


NewPOP Editora
2008
Roteiro e Arte: Ryoko Mitsuki
R$10,00 (Cada.)
192 páginas cada.

Uma série em três volumes, sendo que eu aviso desde já para que ninguém fique PUTASSO como eu fiquei ao terminar de ler o terceiro volume... a série não acaba aí. Na verdade, o final fica totalmente em aberto... deve haver uma continuação, sem dúvida alguma. Só não consegui encontrar nada sobre a mesma. O jeito é esperar. Enquanto isso, vamos ao que temos.

Essa é a história das irmãs gêmeas Clarissa e Mizeria, duas Harmonizadoras, como são chamados os que conseguem corrigir as harmonias, que seria algo que todos os seres humanos têm, algo assim. Em suma, elas têm poderes. O que elas não sabem é que elas se tornarão peças fundamentais nos planos de Rikhter, já que elas são as únicas que podem abrir e fechar certas portas que separam o mundo delas do mundo noturno, de onde vêm os seres noturnos, monstros que destroem tudo em seu caminho. Temos também outro personagem, o misterioso e engraçado Zelfa, que passa a proteger Mizeria após certa parte da história, apanhando muito dela para conseguir fazê-lo.

Como podem ver, a história cria uma mitologia, com mundos, criaturas, personagens e profecias próprias. No decorrer da história pouca coisa é explicada, e vários personagens são apresentados. Alguns me agradaram bastante e tinham grande potencial para serem desenvolvidos. Mas não foi o caso de muitos. Bem que poderiam desenvolver mais os personagens ao invés de mostrarem Mizeria, principal protagonista da história, sempre com os mesmos discursos e inseguranças. Eles conseguem passar a idéia da personagem, mas chega a cansar na insistência ao fazê-lo.

Os traços são muito bons... roupas bacanas, cenários otimamente bem desenhados... no entanto, sempre me deixaram um pouco confuso nas cenas de luta. Talvez o problema fosse eu, mas acho que eles poderiam deixar os movimentos dos personagens um pouco mais claros. Além disso, achei algumas cenas bastante violentas... e morte e sangue acabaram caindo na banalidade, por seu uso excessivo.

A história é interessante, elaborada e apresenta elementos que realmente agradam, como traições, personagens misteriosos, outros já mais previsíveis, entre várias outras coisas. A única coisa que ainda me intriga é o fato de a história acabar do nada e as editoras darem-na como completa...

A indicação da série foi feita pela minha namorada Melynna, que também me emprestou os três volumes. Muito obrigado, amor! Esse é um dos motivos pelos quais é bom namorar alguém que curta histórias em quadrinhos, também!

2 comentários:

Junior Fonseca disse...

Opa, tudo certo?

Sou o editor da NewPOP Editora, me chamo Junior Fonseca.

Apenas dando um retorno, a série possui três volumes publicados e está em andamento no Japão, a desenhista está trabalhando mas ainda não temos um prazo para publicação. Mas fiquem tranquilos, publicaremos quase que ao mesmo tempo que a editora japonesa.

Alemão disse...

Poxa, Junior! Só tenho a agradecer pelo contato com o esclarecimento e parabenizar a Editora pelo respaldo! Fico surpreso com a rapidez com que comentaram por aqui! Ficamos no aguardo da continuação da série, então, já que com certeza quero ver seu desenvolvimento e desfecho!